MEU PAI ENTROU COM UM REVÓLVER NA IGREJA
20/04/2018 - 7h02 em Novidades
 

MEU PAI ENTROU COM UM REVÓLVER NA IGREJA


  • 06 ABR. 2018

    Meu pai entrou com um revólver na igreja

     

    Em 1989, meu pai entrou na Igreja Universal com uma arma na cintura. Ele queria matar o pastor que havia feito uma “lavagem cerebral” em mim. Ele não entendia na altura que graças àquela “lavagem cerebral”, eu deixei o desejo de morrer e consegui perdoá-lo por ter traído minha mãe.

    Mas meu pai não estava pronto para ouvir nem a mim, nem ao pastor. Surdo e cego, seus ouvidos e olhos só ouviam e viam as fake news que promoviam todo tipo de mentiras e ódio contra o Bispo Edir Macedo e a Igreja Universal.

    Hoje, meu pai é membro dessa igreja, ama e respeita o Bispo Macedo. Mas por causa das calúnias e notícias falsas promovidas pelas mídias preconceituosas, nossa história poderia ter acabado tragicamente.

    É por isso que ele, eu e todos que um dia fomos vítimas de fake news insistimos — sob risco de parecer chatos — que todos assistam ao filme Nada a Perder — a história real de Edir Macedo.

    Faça a si mesmo esse favor. Vá ao cinema este fim de semana e confira. Se já foi, leve um amigo. Não há arma mais poderosa contra a mentira do que a verdade.

 
COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE